Entenda o que é Big Data e como está sendo usado no RH

Você já sabe o que é Big Data? Esse recurso está cada dia mais presente nas organizações que buscam otimizar os seus processos e, assim, se beneficiar do grande volume de dados que temos disponível em diversas fontes hoje em dia.

Todos os setores de uma empresa podem usar uma estrutura de dados para melhorar sua gestão. No setor de recursos humanos, os benefícios dos sistemas Analytics são um grande diferencial.

Neste artigo, falaremos sobre como o Big Data aprimora os processos de RH, principalmente na área de recrutamento e seleção. Acompanhe!

O que é Big Data?

O termo “big data”, originalmente nascido do mundo da TI, descreve o complexo de sistemas avançados e inteligentes que permitem analisar uma quantidade enorme e dinâmica de dados. Mas o que é revolucionário sobre o uso de analytics no trabalho?

A leitura e agregação corretas desses dados permitem que as empresas identifiquem percepções e tendências, com base nas quais, planejam sua própria estratégia e obtêm vantagens competitivas.

As análises estatísticas permitem otimizar e prever tendências de negócios, tomar decisões estratégicas nos processos de organização e encontrar um diferencial em relação à concorrência.

Como o Big data ajuda no RH?

O setor de RH é muito beneficiado pelo escopo revolucionário do Big Data, além disso, seu impacto é forte em todas as áreas de gestão de recursos humanos. Os recrutadores se tornam capazes de avaliar o potencial das pessoas com mais precisão, para prever comportamento e desempenho, levando em conta também as tendências de negócios e as habilidades que a empresa pode precisar no futuro.

Apenas com base em análises, AT & T e Google abandonaram a prática estabelecida de contratar recursos das melhores universidades e passaram a analisar outros aspectos: após análises quantitativas, descobriram que os melhores novos contratados se destacavam pelo espírito de iniciativa e afinidade cultural e não pelas qualificações.

Outra área em que o uso de análises pode dar grande valor à empresa é o gerenciamento de talentos. Existem muitos parâmetros que podem ser medidos, como:

  • análise de desempenho;
  • nível de experiência;
  • retenção;
  • remuneração dos empregados;
  • eficiência organizacional;
  • treinamento;
  • envolvimento dos funcionários.

Como aplicar o Big Data no RH?

Nos dias atuais, os gerentes de RH competem para encontrar os melhores talentos, e precisam tornar as buscas e decisões mais rápidas e eficazes. O Big Data pode ser aplicado nos processos de seleção de pessoal, pois ajuda os gerentes de RH por meio de dados salvos e filtragem de currículos, a chegar ao candidato ideal para a empresa.

Também a partir da coleta de dados sobre salários, habilidades, horas de treinamento, resultados de trabalho, remuneração, mobilidade, avaliação de desempenho, escolaridade, experiência, é possível identificar algoritmos e mecanismos inovadores para escolher estratégias e motivar a equipe, projetando carreiras, reduzindo giro corporativo, investindo em pessoas e controlando custos.

Por meio do estudo das variáveis ligadas aos impulsos motivacionais é possível identificar medidas concretas para manter a paixão, aderência aos valores da empresa e o envolvimento do empregado.

O Big Data proporciona processos seletivos muito mais eficientes e coopera, assim, para a formação de equipes altamente capacitadas e efetivas. Graças a essa nova abordagem analítica, os profissionais de RH podem, também, determinar as tendências motivacionais e de desempenho da organização, propondo intervenções direcionadas e visualizando novas saídas ou novos caminhos de treinamento e crescimento.

Esperamos ter ajudado você a entender o que é Big Data e como ele pode ajudar nos processos de RH da sua empresa. Aproveite e veja também o que ainda pode mudar nos processos de recrutamento e seleção!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *