Como a resiliência no trabalho contribui para a rotina dos colaboradores

Certamente você já ouviu falar em resiliência, principalmente em resiliência no trabalho. Algumas empresas chegam a citar essa característica nas suas vagas de emprego, procurando por indivíduos que já estejam preparados a enfrentar mudanças e situações complexas.

Mas a tal resiliência é assim tão importante? Acredite, desenvolver essa qualidade vai tornar você não só um profissional mais completo, mas também uma pessoa melhor e pronta para enfrentar as dificuldades que a vida apresentar.

Neste post, vamos explicar o que é a resiliência, como ela ajuda no trabalho e, principalmente, mostrar que sim, é possível ser uma pessoa mais resiliente. O assunto despertou seu interesse? Então continue lendo este post!

O que é resiliência no trabalho e qual a sua importância?

O conceito de resiliência está relacionado à capacidade de voltar ao estado natural após alguma situação crítica ou de grande pressão. Trata-se de uma característica muito valorizada, principalmente no ambiente de trabalho, pois um profissional passa diariamente por uma série de situações desafiadoras.

Em texto publicado na Harvard Business Review, Diane Coutu afirma que as pessoas resilientes apresentam três características principais:

  • aceitação incondicional da realidade;
  • crença profunda de que a vida tem significado;
  • enorme capacidade de improvisação.

O meio corporativo precisa de pessoas que consigam lidar com as adversidades e pressões de maneira positiva, sem se abater ou deixar que afetem a sua produtividade.

Vale lembrar que a resiliência é uma característica importante não só para as equipes em geral, mas principalmente para gestores e pessoas em cargos de liderança.

Quando uma organização conta com pessoas resilientes em seu quadro de colaboradores, consegue encontrar soluções criativas mesmo em situações de crise, combater problemas com mais facilidade, encarar as questões que prejudicam o desenvolvimento de maneira realista e ter um ambiente de trabalho mais agradável.

Como a resiliência contribui para uma melhor rotina?

A resiliência permite que você mantenha o equilíbrio e o controle diante de uma situação complicada. Assim, é possível fazer uma análise crítica, avaliar as possibilidades e encontrar soluções. Além disso, apenas pessoas com essa qualidade são capazes de evitar erros provocados pelo estresse e preservar um bom relacionamento com colegas, chefes e clientes. Entenda melhor como cada aspecto das pessoas resilientes influencia em melhores condições de trabalho.

Otimismo

O otimismo é uma das características mais marcantes de um indivíduo resiliente, o que torna o seu dia a dia e o das colegas que o cercam muito melhor. Essas pessoas conseguem encontrar soluções mais facilmente durante uma crise e não deixam os problemas afetarem o seu entusiasmo e ritmo de trabalho.

Autoconhecimento

Com o autoconhecimento, o profissional é capaz de identificar os seus pontos fortes e os que devem ser melhorados, sendo mais consciente sobre o seu desempenho profissional. Com isso, ele consegue tomar decisões melhores e colaborar com a empresa de maneira mais presente, destacando-se e trazendo resultados.

Facilidade de adaptação

A facilidade para se adaptar aos mais diversos tipos de cenário é outra característica marcante de pessoas resilientes. Isso é extremamente útil para situações de reestruturação interna na empresa ou para a sobrevivência diante de uma crise, em que é necessária uma mudança de postura e de hábitos para que a organização continue com as suas atividades.

Indivíduos resilientes entendem que as mudanças fazem parte da vida e que nem sempre tudo estará da maneira que desejamos. Com isso, eles têm flexibilidade emocional para aceitar essas situações e continuar trabalhando em busca das melhorias que desejam, sem que essas alterações os abatam. Essa postura é essencial para garantir melhores resultados no futuro.

Redução de doenças

Uma pessoa resiliente é menos afetada emocionalmente pelos problemas, mantendo em alta a produção dos hormônios ligados ao bem-estar. Com isso, ela sente-se mais ativa e disposta, com menor propensão ao desenvolvimento de doenças como estresse, depressão e ansiedade.

Com a resiliência, o funcionário tem menores índices de abstenção no trabalho e consegue ajudar no andamento dos projetos como um todo, mantendo-se firme e motivado, mesmo diante das piores circunstâncias.

Aumento da empatia entre os colaboradores

Empatia é a capacidade de se colocar no lugar de outra pessoa. Trata-se de uma habilidade indispensável para a convivência em geral, ajudando a preservar relacionamentos pessoais e profissionais.

Ter empatia é uma maneira de exercer a resiliência, afinal, antes de ter uma explosão emocional ou culpar o outro por algum erro, o indivíduo coloca-se no lugar dessa pessoa e procura entender o que de fato ocorreu, buscando recursos que ajudem a resolver a situação em prol da equipe ou empresa.

Autoconfiança

A facilidade em entender as situações sem a influência das emoções negativas faz com que o trabalhador se sinta mais autoconfiante. Essa postura é fundamental para conseguir bons resultados e continuar buscando o desenvolvimento profissional por meio de cursos e de ações voltadas para o próprio crescimento interno. Com essa autoconfiança, o funcionário também consegue assumir novos projetos e até mesmo enfrentar tarefas consideradas difíceis ou desafiadoras.

Como desenvolver a resiliência?

Se você não se considera uma pessoa resiliente e costuma se abater diante do menor problema, temos aqui uma boa notícia: a resiliência pode ser desenvolvida. Algumas pessoas têm essa característica mais bem trabalhada do que outras, mas todos podem melhorar a sua resiliência por meio de ações voltadas a esse objetivo.

Para desenvolver essa característica, cultive pensamentos positivos diante de qualquer situação e mantenha por perto pessoas importantes na sua vida, que tragam significado.

Procure também ser realista, o que é diferente de ser catastrófico: por mais que o quadro pareça desesperador, não se deixe levar por esse sentimento e busque soluções para os problemas de maneira racional.

Aprenda a aceitar as mudanças e a ter mais autoconfiança. Isso vai ajudar a manter seu equilíbrio interno e manter suas emoções mais estáveis, trabalhando a seu favor. Ocupe seu tempo livre com atividades que tragam prazer, entendendo que as situações são transitórias, mesmo as mais difíceis.

Essa mudança de postura leva tempo, mas trabalhar nisso vai trazer um crescimento emocional. Se você encontrar dificuldades, procure a ajuda de um psicólogo ou coach, que certamente terão as ferramentas necessárias para auxiliá-lo nessa caminhada.

Com este artigo, tenho certeza de que você entendeu como a resiliência no trabalho pode fazer diferença na hora de apresentar resultados e, principalmente, como ela pode ser desenvolvida a fim de que você se torne uma pessoa mais bem-sucedida e tenha uma rotina de trabalho mais tranquila.

Aproveite para conferir outro texto que publicamos sobre o trabalho do headhunter, um profissional especializado em buscar os melhores talentos para a sua empresa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *